quarta-feira, 27 de outubro de 2010

PALAVRA CÉLULA DE MULTIPLICAÇÃO 26/10

SARA NOSSA TERRA
ARENA JOVEM

SÉRIE: PINTANDO O SETE
TEMA: BRINCANDO COM COISA SÉRIA
23/10/2010



Dinâmica: Fazer uma apresentação de mágica, representando o ilusionismo. Cada Arena será responsável por conseguir um mágico ou alguém que saiba fazer algum truque. A apresentação servirá para o pregador ressaltar o ilusionismo, algo que parece, mas não é. A palavra vai discorrer sobre brincadeiras de criança e adolescentes que parecem não significar nada, mas têm forte impacto no mundo espiritual, como Hallowen, Cosme e Damião, Wicka, etc.


Palavra:

           Temos falado bastante neste mês, sobre a inocência das crianças, que conforme são direcionadas, adquirem limites ou não, tornando-se aos poucos reflexo daqueles que estão as educando.
           Essa natureza inocente, muitas das vezes acompanha o homem em sua vida e conforme forem surgindo as dificuldades e dúvidas, fazem com que ele busque respostas em todos os lugares e de todas as formas. É certo que há muita frustração e decepção, pois não há resposta certa quando perguntada às pessoas erradas.
          Infelizmente a falta de conhecimento a respeito de Cristo e do seu sacrifício na cruz, faz com que o indivíduo acabe se submetendo a crenças e rituais desnecessários e maléficos, influenciando não somente sua pessoa, mas também àqueles que estão a sua volta.
Alguns exemplos:
         Muitos acreditam que acender um monte de velas; derramar o sangue de uma galinha com um pouco de farofa em uma encruzilhada; rastejar de joelhos por quilômetros;  permitir que alguém olhe para sua mão e amaldiçoe seu futuro; acreditar que jogar “conchinhas” em um tabuleiro determinará se será vencedor ou não; Que tal colocar um trevo de 4 folhas dentro da carteira e acreditar que vai ficar rico? Melhor ainda, fique pulando um monte de vezes e falando o nome de “um qualquer”, pedindo para ele encontrar a chave do seu carro!
       São tantas as superstições, crenças e simpatias, que poderíamos passar a noite toda citando a cada uma delas.

       Recentemente temos permitido que mais um modismo na forma de brincadeira venha se instalar em nossa cultura, e aos poucos comece a envenenar a mente das nossas crianças, jovens e adultos que não têm percebido a armadilha que o inferno tem armado contra todos.
        No dia 31 de outubro é “comemorado” o Halloween. Vamos à origem da “brincadeira”:

Halloween: Trata-se de um evento criado por celtas e druidas, povos que habitavam a Irlanda e a Grã-Bretanha, sendo comemorado há mais de 2.000 anos.
          Os celtas acreditavam que na noite de 31 de outubro as leis do tempo e do espaço eram suspensas. Por causa disto, os espíritos vagavam soltos e os mortos visitavam seus antigos lares para exigirem comida. Havia também no fim de outubro o festival da colheita, conhecido como "Samhain", chamado também "O Senhor dos mortos", quando se faziam grandes fogueiras para assustar os espíritos. Para que estes fossem embora, as pessoas saiam às ruas carregando velas acesas e nabos esculpidos com rostos humanos, vestidos de modo mais assustador

          Nos Estados Unidos o Halloween chegou no século 19, e o nabo foi substituído pela abóbora, fruto mais comum que o nabo. Na década de 20 a antiga tradição virou brincadeira e hoje é uma das principais festas do país. Crianças saem fantasiadas pelas ruas, batendo nas portas, dizendo “trick or treat”, literalmente, “doces ou travessuras”, tudo isto nos dia das bruxas.

Dia das bruxas?  As bruxas se referem à sua religião como wicca,  que significa witch - bruxa. As bruxas são ordenadas pela suprema sacerdotisa que é vista como a personificação - em alguns ritos, até mesmo como encarnação - da grande mãe deusa, que é a divindade principal do movimento. Os maiores festivais da bruxaria são sempre em algumas determinadas épocas do ano, mas o principal e maior de todos, o Halloween em 31 de outubro. Fazem parte das cerimônias os rituais de possessão mediúnica.
            O Halloween é tomado por uma “brincadeira”, quando na realidade é uma afronta à fé cristã e o Evangelho é claro, objetivo, direto e trata de salvar vidas. O Halloween é maléfico, carregado de uma atmosfera que envolve misticismo, ocultismo e feitiçaria, assustando, ao mesmo tempo em que quer fazer parecer que é uma inocente brincadeira. (Ap 22:15. Ficarão de fora os cães, os magos, os impudicos, os homicidas, os idólatras e todos os que amam ou praticam a mentira).

        Veremos agora, uma outra brincadeira para nos enganar. Provavelmente você já ouviu falar de Cosme e Damião e talvez, até já recebeu as sacolinhas com doces, chocolates, balas, que são distribuídas às crianças. Você já procurou saber por que fazem isso? Porque no dia 27 de setembro preparam festas e distribuem tanta coisa para as crianças?

          De acordo com a história, os irmãos gêmeos Cosme e Damião nasceram na Arábia, no terceiro século. Seus pais que eram cristãos, estudaram na Síria e lá se tornaram médicos. Eles trabalhavam de graça e atraíam muita gente. Chamaram assim a atenção de Diocleciano, imperador romano, inimigo dos cristãos, que enviou um representante seu, que levou os dois irmãos à tortura porque não quiseram se ajoelhar e adorar algumas imagens. Os irmãos foram, então, degolados.
Interessante não?
          E o que essa história tão interessante tem a ver com a festa de Cosme e Damião dos dias de hoje, com doces e balas para as crianças?
Satanás, em tudo, procura tirar a glória de Deus e trazê-la para si. A partir do século cinco, começaram a surgir histórias de curas feitas pelos irmãos, que já estavam mortos há muito tempo. Com isso, passaram a ser vistos como "santos" e, no candomblé, foram associados aos "ibejis", gêmeos amigos das crianças, que teriam a capacidade agilizar qualquer pedido que lhes fosse feito em troca de doces e guloseimas.

I Coríntios 10:19 a 21, diz que se participamos das coisas consagradas aos demônios, tornamo-nos participantes com eles.
          Os doces oferecidos na festa de Cosme e Damião são consagrados às entidades nos terreiros de candomblé ou no espiritismo, portanto, a nosso ver, consagrados a demônios. Quando aceitamos, estamos participando da mesa com eles.
          Não aceitaremos mais nenhuma oferta de satanás e nem permitiremos que as pessoas sejam iludidas com este tipo de brincadeira/armadilha.

         Muitas têm sido as estratégias do inimigo em tirar o foco de DEUS e desviar a atenção, aos rituais e supertições.

         Porque o homem da oportunidade a todas estas coisas e resiste tanto em se entregar ÀQUELE que realmente resolverá o seu problema?

         Diferente das brincadeira/armadilhas apresentadas nesta palavra, podemos afirmar que a Palavra de DEUS é extremamente séria, verdadeira e clara em Jo 14:6; “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim”.
       Por tanto tempo, você deu oportunidade a tudo e todos, saiu ferido, frustrado e decepcionado, mas chegou a hora e o dia de parar de perder tempo. Dê a DEUS uma única oportunidade e tenha certeza de que nada lhe será cobrado, nenhum favor, nenhum sacrifício; nada!
      Tudo o que ELE quer é lhe surpreender; seus pedidos; suas buscas, (Mt 7:8) TUDO será como jamais sonhou!(1Cor 2:9) Tudo o que precisa fazer é declarar que quer conhecer este poder e permitir que todas as coisas boas, perfeitas e agradáveis venham acontecer na sua vida!

Para DEUS sua vida não é brincadeira; é algo muito séria!

Não aceite mais que brinquem com sua vida...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário